Pular para o conteúdo

Decidindo tornar-se uma pessoa extraordinária

Letícia era uma mulher dividida entre o que era esperado dela e o que ela realmente desejava para sua vida. Desde jovem, nutria o sonho de se tornar uma escritora renomada, mas as pressões da sociedade e suas próprias inseguranças a levaram por um caminho diferente: o da carreira corporativa.

Por anos, ela se dedicou ao trabalho como gerente de tecnologia em uma grande empresa, seguindo uma trajetória que lhe garantia estabilidade financeira, mas não preenchia o vazio que sentia em seu íntimo. A escrita sempre fora sua paixão secreta, um refúgio onde podia expressar suas ideias e emoções mais profundas.

No entanto, a rotina exaustiva e as responsabilidades do dia a dia a afastavam cada vez mais de seu verdadeiro chamado. Era como se ela estivesse presa em um ciclo interminável de compromissos e expectativas alheias, incapaz de encontrar tempo ou coragem para perseguir seus sonhos.

Tudo mudou no dia em que ela encontrou o livro de Epicteto em um sebo da cidade. Aquelas palavras ecoaram em sua mente como um despertar para a verdade que ela vinha evitando há tanto tempo:

“Por quanto tempo ainda você pode adiar o projeto de se tornar quem você realmente quer ser? O lado melhor do seu caráter não pode mais esperar. Ponha seus princípios em prática. Agora. Chega de desculpas e adiamentos. Você não é mais uma criança. Quanto mais você esperar, mais será vulnerável à mediocridade, mais sentirá vergonha e arrependimento, porque sabe que é capaz de fazer melhor. Deste minuto em diante, jure que vai parar de decepcionar-se. Desligue-se do resto da multidão. Decida ser uma pessoa extraordinária e faça o que for preciso para isso. Agora.”

Aquele texto foi o ponto de inflexão na sua vida. A confrontou com a realidade de que ela estava desperdiçando sua vida em busca de uma segurança ilusória, enquanto deixava seu verdadeiro potencial de lado. A partir daquele momento, ela decidiu que não adiaria mais seus sonhos e que faria o que fosse preciso para realizá-los.

Decidida a seguir seu coração, ela começou a reservar um tempo todos os dias para escrever. Sacrificava algumas horas de sono e momentos de lazer, mas cada palavra que colocava no papel era uma vitória sobre seus medos e inseguranças.

À medida que sua paixão pela escrita se reacendia, Letícia sentia-se mais viva do que nunca. Seus dias na empresa se tornaram mais toleráveis, pois agora tinha um propósito maior que a impulsionava para frente.

Com o passar do tempo, ela compartilhou suas histórias com amigos próximos e familiares, recebendo feedbacks encorajadores que a motivavam a continuar. Ela também começou a frequentar workshops de escrita e eventos literários, buscando aprimorar suas habilidades e expandir seu círculo de contatos no mundo da literatura.

Aos poucos, o sonho que tanto tempo havia adiado começou a se materializar diante de seus olhos. Letícia sentia uma sensação de realização e gratidão por finalmente estar vivendo a vida que sempre desejara. Após anos de dedicação e perseverança, ela finalmente viu seu sonho de se tornar uma escritora publicada se tornar realidade. Seu livro foi lançado com grande entusiasmo e celebração em uma renomada livraria da cidade.

A tarde de autógrafos foi um evento marcante. Enquanto ela autografava cópias de seu livro, sentia uma mistura de emoções: gratidão pela jornada que a levou até ali, orgulho do trabalho árduo que dedicara à sua paixão e uma sensação de realização que transcendeu todas as dificuldades que enfrentara. 

Letícia continuou a escrever, aprimorando suas habilidades e buscando novas formas de expressar suas ideias e histórias. E, após 15 anos de persistência e determinação, ela foi agraciada com um dos mais prestigiados prêmios literários do país.

O reconhecimento de seu talento e dedicação encheu seu coração de satisfação. Ela olhou para trás, lembrando-se dos dias de dúvida e incerteza, dos momentos em que quase desistiu de seus sonhos. Mas cada obstáculo superado, cada página escrita com paixão e comprometimento, a levou em direção ao seu sonho.

Receber o prêmio não apenas validou sua jornada como escritora, mas também a inspirou a continuar explorando novos horizontes criativos. Ela sabia que ainda havia muito a aprender, muitas histórias a serem contadas, e estava determinada a continuar seguindo seu coração, independentemente dos desafios que a aguardavam. Ela aprendeu a abraçar sua jornada com coragem e determinação, sabendo que cada obstáculo era uma oportunidade de crescimento e aprendizado.

Ao longo de sua jornada, Letícia abraçou a serenidade de aproveitar cada etapa do processo. Ela encontrou alegria em cada passo do caminho, compreendendo que tornar-se uma escritora reconhecida e premiada era apenas uma consequência natural de sua dedicação incansável.

Com o tempo, as palavras de Epicteto tornaram-se seu mantra diário, lembrando-a constantemente da importância de seguir seus sonhos e viver uma vida autêntica. E assim, ela continuou sua jornada como escritora, inspirando outros a nunca desistirem de seus próprios sonhos, por mais impossíveis que possam parecer.

A história de Letícia nos convida a refletir sobre a complexa interação entre nossos desejos mais profundos e as demandas práticas da vida cotidiana. Ela ilustra como muitas vezes nos encontramos em uma encruzilhada entre seguir nossos sonhos e buscar a estabilidade financeira e social.

Seu encontro com o livro de Epicteto é um ponto de virada crucial em sua jornada, pois a confronta com a realidade de que ela tem adiado seus sonhos por tempo demais. Essa experiência a leva a questionar suas prioridades e a buscar um equilíbrio entre seus deveres profissionais e sua busca por significado e realização pessoal.

A frase impactante do livro, “por quanto tempo ainda você pode adiar o projeto de se tornar quem você realmente quer ser?”, ressoa não apenas na mente de Letícia, mas também na de cada um de nós. Ela nos lembra da importância de nos conectarmos com nossos verdadeiros sonhos e de não permitirmos que o medo, a insegurança ou as expectativas externas nos impeçam de perseguir nossos sonhos mais profundos.

Quando criança, o que você queria ser quando crescer? Você já se permitiu recordar teus sonhos de criança para sua vida adulta? A criança que você foi estaria orgulhosa da pessoa adulta que você se tornou?

Esta história nos convida a considerar o papel da coragem e da determinação na busca pela realização pessoal. Ao decidir seguir seu coração e dedicar-se à sua paixão pela escrita, mesmo diante dos desafios e incertezas, Letícia demonstra uma coragem admirável. Ela nos lembra que o caminho para a realização dos nossos sonhos muitas vezes requer enfrentar grandes obstáculos e muitos sacrifícios, mas que essas experiências podem nos tornar mais fortes e resilientes, além de nos aproximarmos de quem realmente devemos ser.

Por fim, nos lembra da importância de viver uma vida autêntica e alinhada com nossos valores mais profundos. Ao escolher seguir seus sonhos, ela encontra um senso renovado de propósito e significado para sua vida, mostrando-nos que a verdadeira felicidade muitas vezes reside na busca pela realização pessoal e na expressão genuína de quem somos.

Assim, ao refletir sobre a jornada de Letícia, somos inspirados a olhar para dentro de nós mesmos, a reconhecer nossos próprios sonhos e desejos, e a encontrar a coragem para persegui-los, independentemente dos desafios que possam surgir em nosso caminho.

Referência utilizada pela autora:

EPICTETO, D. E. A arte de viver. 2006.

Como citar essa pensata: Barbosa, Aline dos Santos.Decidindo tornar-se uma pessoa extraordinária. Schola Akadémia, v.3, n.01, p. 1-3. Disponível em: www.scholaakademia.com, 2024.

Sobre a autora

Aline Barbosa

Filósofa, Doutora e Mestra em Administração de Empresas. Bacharel em Comunicação Social. Atualmente cursando Licenciatura em História. É professora, Orientadora e Mentora Acadêmica. Tem interesse de pesquisa nas temáticas sobre Filosofia, Ética, Amor, Desigualdade de Gênero nas Organizações e Sociedade, Violência contra as Mulheres, Carreiras não Tradicionais, Estratégia e de Sustentabilidade, e publica estudos nacionais e internacionais sobre estes tópicos.

Se inscreva na nossa Newsletter

Inscrever-se
Notificação de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votados
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Mariana
Mariana
4 meses atrás

Grande Letícia!

Posts Recomendados

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?